top of page

Nasci e cresci na Vila Missionária, periferia da zona sul de São Paulo. Com muito orgulho, sou filha de uma baiana e de um paraibano, dois nordestinos arretados. 

 

Meu pai era cobrador de ônibus e a minha mãe era diarista. A nossa história é muito parecida com a das famílias das periferias de SP que vieram à nossa cidade em busca de oportunidades, mas que precisaram lidar com o trabalho informal, com o desemprego e o descaso do poder público.

 

Nossa sociedade não sonha alto para quem vem da periferia e foram as oportunidades que eu tive na educação que me permitiram sonhar. 

bottom of page